Progesterona e estrogênio, ambos exercem funções importantes no organismo. Aqui está a informação detalhada sobre as semelhanças e diferenças entre esses hormônios.
0

A progesterona e o estrogênio

Sabemos que hormonas desempenham um papel importante na vida dos seres humanos. Em termos mais simples, as hormonas podem ser definidas como produtos químicos que são responsáveis ​​para a realização de várias funções no corpo humano. Progesterona e estrogênio são os dois mais importantes hormônios no corpo feminino. Estas são hormonas esteróides que são responsáveis ​​por várias características do sexo feminino no corpo. No entanto, existe uma grande diferença entre estas duas hormonas. Vamos dar uma olhada no detalhe.

Estrógeno e progesterona

Estrógeno, progesterona e testosterona são os três principais hormônios sexuais no organismo feminino. Desempenham um papel importante no processo do ciclo menstrual,n a gravidez, etc. no corpo da mulher. Existe um equilíbrio muito delicado entre os níveis de progesterona e estrogénio no corpo. Se esse equilíbrio é rompido por qualquer motivo, como a menopausa, uma  mulher sofre de efeitos colaterais. Ambos estrogénio e progesterona, trabalham em conjunto a fim de manter um ciclo menstrual normal e gravidez.

Semelhanças
Durante o processo de ovulação, o nível  de estrogénio aumenta no corpo. O nível de progesterona sobe apenas quando o ovo é liberado. Agora, se o óvulo é fecundado, a mulher fica grávida. A progesterona também prepara o útero para a implantação e também mantém a elasticidade. Estrogênio engrossa o endométrio e o prepara para a gravidez. Portanto, vemos que ambas estas hormonas desempenham um papel importante na gravidez.

Agora, se não ocorrer fertilização, os níveis de estrogénio e progesterona baixam , o que resulta em menstruação. Tanto a progesterona,como estrogênio também têm um papel a desempenhar no controle de natalidade. Uma combinação de pílula, que contém ambas as estas hormonas, é tomada de modo que os níveis destas hormonas mantêm-se elevados no corpo. Se os níveis desses hormônios são elevados, a ovulação não ocorre como o \’corpo\’ é levado a acreditar que está grávida. Portanto, o óvulo não é liberado e gravidez é evitada.

Diferenças
Embora ambos os hormônios sejam produzidos nos ovários, o hormônio de folículo-estimulante (HFE) estimula a produção de estrogênio e o hormônio luteinizante (LH) estimula a de progesterona. Estrogeno cria o endométrio proliferativo pois a progesterona é necessária para manter endométrio em função secretora. A progesterona é essencial para a sobrevivência do embrião. Por outro lado, o estrogénio é essencial para a ovulação adequada.

Em segundo lugar, outra grande diferença entre os dois é que suas estruturas químicas são completamente diferentes. Eles funcionam como  como um acelerador e freio. No entanto, ao mesmo tempo, deve notar-se que o excesso de ambas as estas hormonas conduz a vários efeitos colaterais. O excesso de estrogênio no organismo aumenta a gordura corporal e pode causar ganho de peso. Isso também leva a outros sintomas como a depressão, dor de cabeça, retenção de fluidos, etc.. Estes sintomas podem ser tratadas através do aumento do nível de progesterona no corpo.

Deve também notar-se que níveis elevados de hormonas no corpo, especialmente na fase pós-menopausa, podem aumentar o risco de cancro. Altos níveis de estrogênio foram encontrados para aumentar o risco de câncer de mama e de endométrio. Em segundo lugar, as mulheres que tomam pílulas combinadas de controle de natalidade também estão em um risco elevado de câncer. Portanto, é essencial para a manutenção de um equilíbrio adequado entre os níveis de ambas estas hormonas.

Como um somatório do exposto, vemos que quando se comparam os dois hormônios, há várias semelhanças em suas funções. As hormonas são necessários em uma combinação adequada de modo a ter um ciclo menstrual saudável e gravidez. No entanto, deve-se lembrar que é aconselhável consultar o médico antes de tomar qualquer pílula ou suplemento contendo hormônios, pois pode levar a efeitos colaterais. Tome cuidado!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *