Você já foi a tosse com muco preto após parar de fumar? Este é um dos muitos sintomas que podem ser experimentados por aqueles que pararam de fumar, no passado recente. Rolar para baixo para descobrir por que uma tosse com muco após parar de fumar e como lidar com ele.
0
 

Tosse com mucos pretos após parar de fumar

Todo mundo sabe que fumar é um hábito pouco saudável, mas a decisão de parar de fumar não é certamente fácil para os que estão habituados de fumar. A primeira etapa envolve fazer o esforço, juntar sua força de vontade e tomar a decisão de parar de fumar. É preciso entender que os riscos do tabagismo são superiores a satisfação ou prazer associados com este. Aqueles que deixaram de fumar certamente tinham feito um grande favor para a sua saúde. Deixar de fumar é a sua chance de evitar o acúmulo de toxinas prejudiciais e, assim, diminuir os riscos de problemas de saúde graves. Um que tinha decidido deixar de fumar deve no entanto, estar preparado para ter por algum tempo os sintomas associados à abstinência de tabagismo. A maioria das pessoas queixam-se de tosse com expectoração de mucos pretos depois de deixar de fumar. Quer saber o que significa isso? Continua lendo este artigo para descobrir causas de tosse com mucos pretos após parar de fumar.

É normal expectoração de mucos pretos após deixar de fumar?

Depois de deixar de fumar, a pessoa deve estar moralmente preparada para lidar com os sintomas de abstinência que são vividos nas primeiras semanas. Um precisa de estar preparado para a luta que se segue, depois de tomar a decisão de seguir o estilo de vida saudável. A nicotina é altamente viciante pela sua natureza e é por isso que a pessoa tem que lutar para resistir à tentação. Quando um deixa de fumar, os sintomas de abstinência começam tornar-se bastante evidentes. Sensação de arrepio no corpo, dores de cabeça, ansiedade, desejos de vomitar ou náuseas são alguns dos sintomas que podem se manifestar após deixar de fumar. O tabagismo prejudica a defesa do organismo contra agentes patogênicos causadores de doenças ou contra poluentes ambientais. As membranas mucosas expostas à nicotina produzem mucos de cor de alcatrão. Esta é a razão por que os adeptos de tabagismo, muitas vezes têm a tosse e cospem os mucos pretos.

Cílios, que são os cabelinhos pequenos em forma de projeções nas vias respiratórias superiores, costumam varrer os mucos ou partículas presas impedindo que estes entrem nos pulmões. Estes cabelinhos ficam muito prejudicados com o fumo, e quando não conseguem a desempenhar a sua função, as vias aéreas e os pulmões podem ficar inflamados, já que as toxinas ficam presos nelas junto com os mucos. Ao deixar de fumar, o corpo tenta se livrar de substâncias químicas nocivas acumuladas durante o período de tabagismo. Assim, as toxinas que foram acumuladas são expelidas, sob a forma de muco preto. O tempo que a pessoa pode expectorar os mucos pretos pode variar de caso ao caso, dependendo do período de fumar. Os cílios geralmente começam a crescer novamente dentro de dois a três meses, mas pode demorar cerca de oito a nove meses para os pulmões para recuperar a sua função. Em pessoas que tinham praticado o tabagismo durante o período prolongado a recuperação da função pulmonar é capaz de demorar.

Remédios para expelir os mucos

Como já tinha sido mencionado anteriormente, cuspir os mucos é realmente um bom sinal. Uma vez que o corpo é capaz de lidar com os mucos, o risco de infecções pulmonares é significativamente menor. Quando o corpo do fumador ficar habituado ao estilo de vida novo, a defesa do corpo, que permaneceu abatida devido ao tabagismo, ficará recuperada. O facto de cuspir os mucos não deve preocupar o antigo fumador, mas certamente pode ser irritante. É preciso, portanto, tentar alguns remédios para expelir os mucos pretos. Antes de tudo, há uma necessidade de beber líquidos em abundância. Isto não só irá ajudar a expelir os mucos, mas também acalmará a garganta irritada. Praticar exercícios de respiração profunda também pode ser bom. É preciso também abster-se de consumir alimentos que podem causar a produção excessiva de mucos. Inalar vapor ou beber chá de ervas também pode ajudar a expelí-los.

Em caso dos que tinham fumado durante o período de tempo prolongado, eles de certeza têm danos nos pulmões maiores ,e o melhor para eles seria se inscrever em um programa de desintoxicação de pulmões. À medida que as toxinas acumuladas estarão a ser removidas ou expelidas, a cor do muco começará a mudar. Até expelir os restos de fumo, os mucos expectorados podem conter manchas pretas.Quando a tosse violenta persistir ou em caso da presença de sangue nos mucos após parar de fumar, será necessário consultar um médico o mais cedo possível. A análise de mucos, exames de sangue, raio X de tórax e outros procedimentos recomendados poderão ajudar ao médico a avaliar a extensão dos danos causados ​​devido ao tabagismo. Os médicos podem também fornecer-lhe algumas dicas referentes ao combate dos sintomas de abstinência de tabagismo.

Aqueles que acabaram de parar de fumar, muitas vezes se sentem apreensivos ao ver mucos pretos, mas devem saber que a situação é normal como já tinha dito. É apenas um mecanismo utilizado pelo corpo para se livrar de toxinas. Então, afaste suas preocupações por algum tempo. Única coisa que você precisa de fazer atualmente é ficar firme em sua decisão de não fumar mais. Se tiver outros sintomas incômodos, consulte um médico o mais cedo possível.

0
 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *