Um tímpano é uma fina membrana que separa o ouvido externo do ouvido médio. Neste artigo, vamos olhar para as causas de um tímpano retraído juntamente com os sintomas e opções de tratamento.
0

Tímpano retraído

O ouvido humano é um órgão sensorial que não só nos permite ouvir várioa sons, mas também ajuda a manter o equilíbrio do corpo. O ouvido é dividido em ouvido externo,  ouvido médio e ouvido interno. Existem várias estruturas interligadas no ouvido que trabalham em conjunto para facilitar a audição. Uma vez que as ondas sonoras entram através do ouvido externo, elas são amplificadas pelo canal do ouvido. Estas ondas atacam uma fina membrana chamada tímpano. É no tímpano que as ondas se convertem em vibrações mecânicas. Estas vibrações passam para o martelo, bigorna e estribo. Estes são três ossos interconectados que estão localizados no ouvido médio. Uma vez que as ondas chegam ao ouvido interno, as vibrações nas células presentes na cóclea provocam a geração de impulsos eléctricos. Esses impulsos elétricos são levados pelo nervo auditivo até o córtex auditivo do cérebro, onde são interpretados. É desta maneira que ouvimos diferentes tipos de sons. Então, agora você tem alguma idéia sobre o papel desempenhado pelo tímpano, facilitando o processo de audição. Durante a limpeza do excesso de zelo nos ouvidos, explosões ou traumsa pode causar a perfuração do tímpano, mudanças de pressão também podem causar certos problemas de audição. A membrana timpânica retraída, o que é também chamado de retração da membrana timpânica, é um estado quando o tímpano é puxado para dentro do ouvido médio, devido a alterações de pressão. Será que é um estado sério? O que é que provoca a retração do tímpano? Aqui estão algumas informações que irão fornecer-lhe as respostas para estas perguntas.

Qual é a causa da retração do tímpano?

Em circunstâncias normais, a pressão do ar em ambos os lados do tímpano é quase igual. A pressão é mantida com a ajuda da trompa de Eustáquio, uma tuba que liga o ouvido médio à nasofaringe. Trompa de Eustáquio ajuda a igualar a pressão de ar e também facilita a drenagem de secreções do ouvido médio. Assim, ajuda na prevenção de infecções de ouvido. O tímpano fica retraído, sempre que uma pressão negativa se acumula atrás do tímpano. Isso acontece devido a uma disfunção da trompa de Eustáquio.

A trompa de Eustáquio pode ficar bloqueada devido a infecções das vias respiratórias superiores, sinusite ou alergias. A maioria das infecções do ouvido médio esta associada com o acúmulo de líquido no ouvido médio. Se o orifício da trompa de Eustáquio for bloqueado, a pressão do ar em ambos os lados do tímpano não pode ser igualada,  que, por sua vez, pode fazer com que o tímpano fique retraido. Presença de tumores ou massas alheias na nasofaringe também podem bloquear a trompa de Eustáquio, o que por sua vez, pode fazer com que o tímpano seja puxado para dentro. Se o tímpano for puxado para dentro, os sons podem parecer mais altos. O aumento da sensibilidade auditiva e dor de ouvido são os mais comuns sintomas do tímpano retraído. A sensação é semelhante ao que se pode experimentar no transporte aéreo devido as alterações de pressão.

Como tratar a retração da membrana timpânica

Bloqueio da trompa de Eustáquio é uma das mais comuns causas da retração do tímpano. Os que frequentemente sofrem de infecções que causam bloqueio da trompa de Eustáquio são mais suscetíveis a esta doença. Esta doença deve ser tratada o mais cedo possível. Se não for tratada, pode formar bolsos de retração no ouvido médio. Detritos podem acumular nestes bolsos e  os bolsos podem ficar infectados. Isto pode levar até uma infecção crônica. Uma doença grave também  pode surgir neste caso,  é chamada o colesteatoma. Este é um estado em que uma massa de pele fica presa no ouvido médio. Este crescimento tumoral pode destruir o tímpano. Um quisto alargado pode até corroer os ossos localizados no ouvido médio. A perda de audição também pode ser o  resultado de erosão dos ossos. É preciso, portanto, fazer exames médicos para evitar que tais complicações surjam. O tratamento da causa que levou ao bloqueio da trompa de Eustáquio sempre ajudará  aliviar os sintomas.

Caso o bloqueio deste tubo for resultado de infecções do trato respiratório superior, sinusite ou alergias, as tais opções de tratamento, como terapia medicinal, juntamente com certos remédios caseiros serão úteis. Analgésicos, gotas de ouvido de antibióticos, descongestionantes nasais, juntamente com a aplicação de compressas quentes podem ajudar. Abrir e fechar a boca ou um bocejo pode ajudar no aumento da pressão. Pode-se também tentar “Manobra de Valsalva”, a fim de igualar a pressão. Tudo o que você precisa fazer é prender a respiração, apertar o corpo, como se esforçando para uma evacuação de fezes. Nos casos mais graves,  um tubo pode ser colocado no ouvido  para drenar o líquido do ouvido médio. Caso os bolsos de retração infectados forem detectadas por um otorrinolaringologista e a pessoa or diagnosticada com colesteatoma, a operação cirúrgica chamada timpanoplastia, ossiculoplastia ou mastoidectomia pode ser necessária para a remoção do colesteatoma.

Embora a retração da membrana timpânica não sempre pode ser um motivo de grande preocupação, a cirurgia pode ser necessária caso for diagnosticado com colesteatoma. Visto que o bloqueio da trompa de Eustáquio é uma das causas mais comuns de retrações timpânicas e infecções do ouvido médio, as condições que levaram ao bloqueio da tuba auditiva devem ser tratadas o mais cedo possível.

0

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *