Dores no peito ao tossir

Peito dói ao tossir! Bem, esta é uma queixa comum entre as pessoas que sofrem de problemas respiratórios gerais. Uma das partes mais importantes do corpo, os pulmões estão localizados na área do peito. Assim, é óbvio que todas as infecções que afectam o tracto respiratório superior ou os pulmões são capazes de causar dores no peito, que tornam-se mais mais intensas ao tossir. Se a tosse for acompanhada pela produção de muco e pela dor no peito pode ser uma indicação de doença pulmonar.

Causas
Qualquer lesão do músculo peitoral puxador é bastante dolorosa, e o desconforto é maior ao tossir. Além da lesão do musculo puxador, a pessoa é capaz de sentir dores no peito  ao tossir, e se for o caso, é um sinal de que o sistema respiratório não esteja funcionando de forma eficiente. Isto pode ser devido a uma infecção bacteriana ou viral. Discute-se a seguir:

Resfriado comum: Resfriado comum, uma infecção viral do trato respiratório superior geralmente provoca corrimento nasal, febre,  dificuldades em e desconforto no peito. Tosse e espirro que são associados a resfriado comum podem causar dores agudas no peito.

Influenza (gripe): Influenza é considerada uma forma grave de resfriado que também é capaz de provocar desconforto no peito ao tossir. Embora, inicialmente, este problema respiratório imita os sintomas da constipação comum, o seu início é súbito e torna-se mais grave com o tempo. Além de dor de cabeça, febre e dores musculares, é provável que você experimente tosse seca, que dá origem a dor aguda na área do peito.

Pneumotórax: Esta é mais uma doença respiratória que pode provocar dor no peito ao tossir. Também referida como colapso pulmonar, é uma condição quando o ar inalado entra na zona localizada entre a parede do peito e o lado externo dos pulmões. À medida que o ar continua a acumular-se neste espaço, os pulmões não aguentam a expançaõ adequada. Isso acontece porque o ar acumulado no espaço referido produz a pressão excessiva sobre a parte exterma dos pulmões. Pneumotórax é tipicamente marcado por problemas respiratórios e desconforto no peito que piora durante os episódios de tosse. A lesão torácica (infligida a partir de um acidente ou de um tiro) ou doenças já existentes do pulmão, como a tuberculose e a pneumonia podem causar o pneumotórax.

Tosse excessiva: Com cada episódio de tosse, os músculos do peito envolvidos na respiração ficam contraidos. Contração repetida dos músculos devido à tosse excessiva pode eventualmente danificar os músculos. Ataques freqüentes de tosse podem ser extenuantes para os músculos do peito. Dor muscular no peito é algo que tem sido geralmente associado à tosse excessiva. Desconforto em qualquer lado do peito é uma queixa comum em pessoas que sofrem de tosse convulsa. Dor na zona do músculo peitoral puxador devido a tosse também é bastante comum, mas na maioria dos casos passa sem qualquer intervenção médica.

Osteocondrite: Osteocondrite é uma condição na qual a cartilagem (macios tecidos elásticos no fim dos ossos) que liga o exterior do osso com os nervos fica inchada. Quando essa cartilagem que junta as costelas ficar inflamada, além de dor ao tocar o peito, você pode sentir dor no peito ao tossir.

Refluxo de ácido: Sensação de queimação na região do peito ao tossir também pode ser devido a doença de refluxo de ácido (azia), uma situação na qual os ácidos do estômago que ajudam na digestão, ganham acesso ao esófago. O esófago é um tubo que se extende desde a boca até ao estômago e pelo qual passam os alimentos no seu caminho para o estomago. I. e. todos os alimentos consumidos entram no estômago através deste tubo. Refluxo de ácido é uma situação em que o ácido do estômago vai para trás e atinge o tubo de alimentação. Embora a presença de ácidos do estômago seja capaz de provocar dores no peito, os episódios de tosse são capazes de agravar a situação consideravelmente.

Bronquite: Bronquite é um problema no qual os tecidos úmidos (a mucosa) que rodeiam os brônquios estão inchados. Brônquios são passagens que permitem a circulação livre do ar, de e para os pulmões. Bronquite é tipicamente marcada por dor ligeira na zona do peito que agrava substancialmente, sempre que a pessoa tossir.  Na bronquite, a pessoa sofre de tosse com a produção de mucos e com cada episódio de tosse  tem que enfrentar a sensação de peso e de desconforto no peito.

Pneumonia: Problemas respiratórios em forma de pneumonia também podem ser responsáveis por causar dor moderada a aguda no peito ao tossir. O início da pneumonia geralmente começa com febre e tosse, seguido por problemas respiratórios e dores no peito. Os episódios de tosse agravam o desconforto do paciente na zona do peito.

Pleurite: Nesta situação, a membrana serosa que reveste ambos os pulmões e as paredes interiores esta inchada. A pessoa afetada com pleurite experimenta as dores de intensidade ligeira a moderada, que agravam ao respirar ou ao tossir. Desconforto no peito associado com pleurite não dá sensação de algo fixo porque pode viajar por toda a zona até a região do ombro.

Depois de conhecer os fatores responsáveis ​​por “peito dói quando eu tossir”, você pode estar ansioso para tomar conhecimento de tratamento que é capaz de aliviar esse tipo de desconforto. Tomar analgésicos como a aspirina ou outros AINEs, como naproxeno e ibuprofeno pode ajudar a aliviar a dor no peito. Caso o paciente estiver a sofrer de episódios frequentes de tosse, os xarope para controlá-la podem ser recomendados. Para diagnosticar a causa subjacente, uma radiografia de tórax é necessária. Isso vai ajudar na identificação de anormalidades que afetaram os pulmões, ou os tecidos com eles associados. Depois de estudar os resultados de uma radiografia de tórax, o médico irá aconselhar o tratamento adequado para curar a dor.