Na maioria dos casos as palpitações do estômago não dão origem a qualquer problema sério. Uma dieta nutritiva pode ajudar a prevenir este problema. Para saber mais sobre palpitações do estômago e as suas causas, leia mais..
5

Palpitações do estômago

Palpitações / espasmos do estômago  é um tipo de problema de estômago que está ligado a indigestão e hábitos alimentares pouco saudáveis. Este distúrbio provoca desconforto no estômago e dor. As pessoas que experimentam palpitações do estômago sentem algo semelhante a uma pulsação em torno de sua área do estômago. Para algumas pessoas espasmos no estômago podem ser um incômodo leve, mas para outras, pode ser uma condição séria. O estômago é um dos órgãos mais importantes do corpo, uma vez que digere os alimentos que comem as pessoas e é a fonte de alimentação para diferentes partes do corpo. Problemas de estômago também afetam o normal funcionamento dos pulmões e do coração. Quando a indigestão ocorre, o estômago se expande ou incha com gás. Em tais casos, a pessoa é susceptível de ter espasmos no estômago e pode até sentir falta de ar.

Causas

Maus hábitos alimentares são considerados a principal causa de espasmos do estômago. A exposição ao estresse (pressão relacionadas com o trabalho) também pode causar esse problema de estômago. Outras causas são as seguintes:

  • O consumo excessivo de bebidas que contêm altos níveis de cafeína
  • O abuso de álcool: Àbito de  beber muito ou o consumo de álcool com o estômago vazio
  • Irritação do estômago devido a problemas gastrointestinais
  • Prisão de ventre: Evacuação infreqüente que normalmente é marcada por defecação de fezes endurecidas pode colocar muita pressão sobre os músculos do estômago, eventualmente causando palpitações. As palpitações são susceptíveis de se intensificar durante uma evacuação extenuante.
  • Comida rápida: Com a crescente popularidade da comida rápida, problemas de estômago, como palpitações do estômago tornaram-se comuns. A geração mais jovem consome mais junk food que a coloca em um maior risco de várias doenças relacionadas ao estômago. Tendo comida picante ou refeições pesadas também pode causar dores de estômago depois de comer o  que pode levar a insónia, e, finalmente, as palpitações do estômago.
  • Não tendo tempo de refeição fixo: Uma programação de alimentação irregular provoca um impacto negativo sobre a parede do estômago que conduz a uma sensação de ardor e a ocorrência de úlceras gástricas. Isto dá origem a um desconforto em forma de espasmos do estômago.
  • Fome: O estômago secreta sucos para ajudar a digerir alimentos. No entanto, para as pessoas que não comem comida ou sentem fome estes sucos podem danificar a parede do estômago, dando origem da palpitações no estômago.
  • Indigestão: Indigestâo que conduz a acumulação de gás no estômago pode também irritar os nervos do estômago. Agora, é um fato conhecido que o nervo estomacal está envolvido na regulação dos batimentos cardíacos. Assim, quando o nervo estomacal fica irritado, ele pode causar danos tanto no coração e provocar os espasmos estomacais.
  • Mudança de emoções: Mais sobre emoções – momentos de tristeza, nervosismo ou felicidade podem dar origem à sensação de espasmos estomacais. Algumas pessoas são muito nervosas antes de realizar um evento importante. Estes oscilantes sentimentos nervosos muitas vezes podem levar a esse problema de estômago, vulgarmente conhecido como “palpitações no estômago”.
  • Medicamentos: Consumir medicamentos inadequados ou com o estômago vazio também é conhecida como causa  desse problema.

Na maioria dos casos, espasmos no estômago têm sido associados a ataques de ansiedade, estresse e pânico. Diante de uma situação estressante ou momentos de ansiedade o corpo reage por secretor os hormônios de estresse no corpo. Esta é a forma como o seu corpo responde ao lidar com os estressores. Por exemplo, quando você sente uma ameaça à sua vida em uma situação particular do estresse, hormônios de cortisol e adrenalina são liberados imediatamente que  reagem espontaneamente.

Hormonas de estresse também proporcionam efeito anti-inflamatório e garantem que o sistema de imunidade não secrete histamina que contribue para pronocar  a doença. Mais importante, que estas hormonas de estresse estimulam os nervos que controlam as funções do coração e do estômago. Os estímulos podem desencadear palpitações induzidas em qualquer um destes órgãos. Não é de admirar que durante o estresse, muitas vezes, os sentimos aumentam a freqüência cardíaca e palpitações no estômago.

Tratamento

Se o estômago não é saudável, isso não só causa palpitações no estômago, mas também leva à fraqueza e anemia. Uma pequena mudança na escolha dos alimentos pode restaurar a saúde do estômago. Em outras palavras, é importante ficar de olho na dieta. Excesso de fumo também deve ser evitado, pois pode causar problemas de estômago. A dieta deve incluir alimentos ricos em fibras para aliviar a prisão de ventre e garantir a evacuação suave. Vegetais como brócolis, ervilha, cenoura e frutas como laranjas, morangos e bananas podem facilmente passar através do trato digestivo, ajudando assim o sistema digestivo a funcionar corretamente. Espasmos estomacais causados ​​devido à excitação ou estresse são temporários e desaparecem rapidamente.

Modificações de estilo de vida que incluem  horas fixas de comer junto com o exercício regular podem também impedir palpitações do estômago e ajudá-lo a levar uma vida melhor.

5

5 thoughts on “Palpitações do estômago

  1. Thiago on

    Após almoçar ou jantar, sinto palpitação leve no peito e vontade quase de imediata de ir ao banheiro, fico muito tonto e as vezes enjoado. Já fui ao Cardiologista, Nefrologista, Nutricionista e Gastro, não foi encontrado nenhum problema, no mapa, holter, esteira e exames de laboratório, o gastro solicitou q eu tomasse remédios para verme e saúde intestinal durante 1 mês, e caso não passasse voltasse para exames mais profundos, como colonoscopia. Estou tomando a medicação, e ainda não vi melhoras significantes, estou em dieta e atividade física, já perdi 10kg, e os sintomas não mudam. Acontecem 1 a 3 vezes por semana.

  2. Castiel on

    Eu tenho 18 anos e fui diagnosticado com gastrite por h pylori desde o fim de maio desse ano por causa que eu fui ao clínico por dores no peito e me solicitou o gastro. Sinto várias dores no peito até hoje, só que dura meio que pouco tempo e atualmente sinto cansaço após a prática sexual que dura algumas vezes o dia todo, sinto a região do centro do peito que acredito ser o coração meio que doer e dor tanto por fora (quando toco o osso da região do meio) como um pouco por dentro e nisso me gerou um medo de morrer, que meu coração pode parar e penso que a vida é curta. Fui ao cardiologista também e fiz holter, ergométrico e eco e não deu em nada, só mostrou uma arritmia no holter e no hemograma está tudo normal, não bebo e não fumo. O que pode ser isso?

  3. adry on

    Olá meu nome e adry, sempre depois que eu como no caso almoço e janto meu estômago incha sinto leve dor muitas palpitações como se o coração fosse sair para fora , me sinto muito mal pois a noite não consigo dormi eu não sei o que Fasso tenho muito medo isso pode ser que tipo de doença?

    • Anselmo on

      Já procurou um gastro? Também sinto essa sintomas as vezes…. Descobri que tenho hérnia de hiato…. Provavelmente desenvolvido por falta de alimentação correta em horários certos aliado a falta de exercícios físicos… Eu ainda não deixo de comer bobeiras, deveria, mas… Vou levando, sinto palpitação, estômago pesado… Fazendo caminhada regularmente, dormindo em horários certos e comendo arroz e feijão, saladas, legumes, carnes sem gorduras sinto uma melhora considerável dos sintomas.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *