A maioria das pessoas não estão cientes do fungo rosto. E esta ignorância pode atrasar o tratamento necessário, portanto, pode dar origem a complicações potenciais. Este artigo ajuda você a saber sobre esta doença é, e como lidar com ele.
0

O que é o fungo Rosto

A pele é o maior órgão do corpo humano e  desempenha uma ampla variedade de funções importantes. Mas, ao mesmo tempo, permanece vulnerável a desenvolver vários problemas de saúde. Quando acontecer que problemas dermatológicos atingirem o rosto, a situação torna-se mais incômoda do ponto de vista estético, do que do médico. Estou me referindo a um problema da pele na zona do rosto conhecido como fungo do rosto ou infecção fúngica do rosto. Tal como o nome sugere, este problema é causado por fungos que penetraram no organismo humano. Conforme os dados da maioria dos especialistas da pele, esta infecção ocorre principalmente em áreas como a borda do couro cabeludo, a área da mandíbula, e a área da barba nos homens. É difícil identificar o tipo específico de fungo que é responsável por causar uma certa infecção, já que há várias delas. Pessoas que residem em áreas urbanas tendem a ser mais vulneráveis a desenvolver esta infecção, principalmente por causa da alta densidade de população, junto com aqueles que têm animais em suas casas.

Que aspeito tem o fungo do rosto?

A infecção se manifesta em vermelhidão, manchas escamosas e placas da pele seca sobre a área afetada. Em algumas pessoas, pústulas podem também estar presentes. Estas são áreas levantadas vermelhas na pele, que são preenchidos com pus, e dolorosas ao tocá-las. Além disso, pode haver lesões de aspeito mais escuro em realação da área ao seu redor. Com aparecimento do fungo no rosto mais uma situação é bastante comum – o prurido.

Como se livrar do problema?

A primeira linha de tratamento é o uso de cremes antifúngicos receitados pelo médico. Como o fungo do rosto esteja associado com a pele facial, é aconselhável evitar a auto-medicação. Em vez disto, é aconselhável ir ao médico e ter um diagnóstico adequado. Em algumas pessoas o problema pode ser resistente à medicação. Neste caso o médico deve realizar testes para determinar o tipo específico do fungo e então receitar o paciente a medicação apropriada.

Além de seguir os conselho do médico, também é importante seguir algumas medidas de auto-atendimento. Estes podem incluir abster-se de coçar a área infectada, manter sua pele seca e evitar o uso de cosméticos. Consulte o seu dermatologista para saber que sabão antifúngico poderá usar durante o banho. É igualmente importante vestir roupas limpas e secas, e também manter lençois de cama limpos e secos. Evitar a exposição ao sol, pois pode agravar os sintomas, e abster-se de compartilhar suas coisas pessoais com os outros. Além disso, evite contato da pele com outras pessoas que apresentem sintomas do fungo no seu rosto.

Se você notar mudanças drásticas no seu rosto, como aparência de sinais da infecção, então não hesite em buscar ajuda médica. Atraso pode dar origem a complicações desagradáveis. E se você tiver outros sintomas que não estejam diretamente relacionados à infecção, como febre, por exemplo, estes poderão sinalizar que a situação está começando a ficar pior do que você pensava.

Embora não haja nenhum método perfeito para evitar problemas como fungo facial manter higiene pessoal adequada, significativamente reduzirá os riscos de contraí-lo. A necessidade mínima para isto é ter as mãos limpas e secas. Nossas mãos são a principal via de transportação de vários patógenos para dentro do nosso organismo. Outra necessidade é uso de anticépticos à base de álcool . Estas soluções vão resolver o problema de limpeza das mãos em situações quando a água e o sabão não forem disponíveis. Tudo que você tem a fazer neste caso é esfregar algumas gotas de solução nas palmas das mãos e nos dedos.

0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *