Icterícia não é comumente encontrada em adultos. No entanto, ele pode ser um caso agudo e não devem ser ignoradas. Este artigo vai lhe dar mais informações sobre as causas, sintomas e tratamento da icterícia em adultos.
0

Icterícia em adultos

A icterícia é uma condição que ocorre devido ao acúmulo de um pigmento biliar chamado de bilirrubina no sangue. Esta condição pode ocorrer devido a uma variedade de razões. É muito comum em recém-nascidos e lactentes. No entanto, não é limitada apenas a estes grupos de idade e pode também ser encontrada em adultos. À medida que os sinais e sintomas de icterícia são fáceis de identificar, ela pode ser diagnosticada e tratada de forma eficaz.

Causas de icterícia
De forma mais ampla, esta condição é causada quando há excesso de bilirrubina no sangue. Bilirrubina ou o pigmento biliar é um produto residual que é formado pela quebra de hemoglobina. Icterícia ocorre quando há um mau funcionamento na função hepática o que leva à acumulação de bilirrubina no sangue. Este mau funcionamento pode ser causado devido às seguintes razões:

  • Obstrução do ducto biliar causada por tumor de cálculo biliar  (icterícia obstrutiva).
  • Insuficiência hepática, cirrose hepática ou hepatite  que bloqueia o funcionamento normal do fígado ~ (icterícia hepatocelular).
  • Excesso de bilirrubina é criado no sangue que não pode ser removida de forma eficaz pelo fígado ~ (icterícia hemolítica).

Existem diferentes causas subjacentes que dão origem a condições acima mencionadas. Por exemplo, a hepatite ou cirrose hepática são causadas devido a razões diferentes, mas, podem causar icterícia. Portanto, observa-se que a icterícia em adultos é causada por outras razões subjacentes que precisam de ser diagnosticadas em um estágio inicial.

Sinais e Sintomas
Como mencionado acima, os sinais e sintomas de icterícia são fáceis de identificar e o diagnóstico da doença é muito mais fácil. Amarelamento da pele e o embranqueamento dos olhos são os sintomas clássicos da doença. A urina torna-se amarelada ou colorida, enquanto as fezes aparecem esbranquiçadas. Além destes, os sintomas gerais, como náuseas, vômitos, diarréia e perda de apetite também são observados em uma pessoa que sofre de icterícia. Por vezes, a pele pode tornar-se também muito prurida e causar um grande desconforto para o paciente.

Se icterícia é contagiosa?
Icterícia não é contagiosa. Como mencionado acima, é uma condição causada por um mau funcionamento do fígado,pois não há chances de ser transmitida de uma pessoa para a outra.

Tratamento da icterícia
Existem três causas acima mencionadas que podem ser tratadas, se forem diagnosticadas e tratadas em tempo útil. Em caso de icterícia obstrutiva, medicamentos ou cirurgia podem ser necessários para o tratamento de cálculos biliares ou tumorais. No segundo caso, a icterícia causada devido a cirrose hepática pode ser tratada somente se a pessoa parar de consumir álcool porque  não há cura para a cirrose. Mas, seguindo estas medidas, a pessoa pode salvar o fígado de ser danificado completamente. Em caso de icterícia causada por hepatite, medicamentos, cuidados adequados ou hospitalização também podem ser necessários.

Orientações da dieta
Alguns  sintomas proeminentes de icterícia incluem náuseas, vómitos e perda de apetite. Também neste caso, a pessoa que sofre de um sistema imunitário enfraquecido  é altamente susceptível a doenças infecciosas. Portanto, é essencial seguir uma dieta estrita até que a condição esteja tratada e curada. É aconselhável evitar comida não saudáveis por um mês ou dois até que a condição esteja curada. Em segundo lugar deve-se também ficar longe de alimentos gordurosos, fritos, álcool e outras bebidas. A dieta de uma pessoa que sofre de icterícia deve conter frutas e legumes frescos. Recomenda-se também para a pessoa  comer comida caseira preparada todos os dias.

Deve-se lembrar que a icterícia pode ser curada, se o tratamento antecipado for realizado. É aconselhável consultar o médico para obter consulta médica e tratamento adequado.

0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *