Para as pessoas diagnosticadas com fibrose pulmonar, o período de sobrevivência previsto é de 2 - 5 anos. No entanto, a expectativa de vida pode variar, com base na história médica, hábitos de vida, e estado geral de saúde do paciente.
0

Expectativa de vida de fibrose pulmonar

A fibrose pulmonar é uma doença crônica e debilitante dos pulmões. É caracterizada pelo crescimento de excesso de tecidos fibrosos nos pulmões, o que exacerba lentamente com o tempo. Presença de cicatrizes nos pulmões reduz a elasticidade dos tecidos pulmonares e a capacidade de distribuir o oxigénio purificado para a corrente sanguínea. Eventualmente, os tecidos fibróticos e / ou cicatriz substituem os tecidos dos pequenos sacos de ar (alvéolos), resultando em sintomas respiratórios anormais.

A principal preocupação do doente com fibrose pulmonar é que esta doença crônica não é reversível, o que significa que cicatrização dos tecidos pulmonares piora dia-a-dia. Assim, as pessoas com fibrose pulmonar geralmente têm um tempo de sobrevivência limitado. Estima-se que cerca de 5 milhões de pessoas são afectadas com esta doença pulmonar grave e muitos pacientes perdem a vida a cada ano. Por causa deste problema de saúde, os estudos sobre a expectativa de vida dos pacientes com fibrose pulmonar têm sido realizados para determinar a taxa de sobrevivência dos pacientes após serem diagnosticados com essa doença devastadora.

Causas e sintomas

As causas exatas de cicatrização do tecido pulmonar  não são identificadas ainda. Por isso, é muitas vezes referida como fibrose pulmonar idiopática (FPI). Os peritos da medicina são da opinião de que pode ser um resultado de outras doenças pulmonares ou um problema auto-imune, em que o sistema imunitário do corpo erradamente afecta as suas próprias células e tecidos. Factores que são conhecidos por provocar fibrose pulmonar incluem lesões nos tecidos pulmonares, infecções pulmonares, predisposição genética, os efeitos colaterais de medicamentos, e adição prolongada ao fumo.

Sinais identificáveis ​​de fibrose pulmonar são falta de ar (especialmente durante o esforço) e desconforto no peito. Outros sintomas associados com cicatrização dos tecidos pulmonares incluem tosse seca, fraqueza crecentea, perda de apetite e perda de peso sem qualquer razão aparente. Enquanto a maioria dos pacientes diagnosticados com fibrose pulmonar estão em seus quarenta e cinquenta anos, esta doença pulmonar crônica pode afetar pessoas de todas as idades, incluindo crianças de cerca de 7 – 8 anos e idosos que estão em seus anos setenta.

Prognóstico e a expectativa de vida

A expectativa de vida de um doente com fibrose pulmonar difere de um caso para outro. Em geral, a reação é altamente individual e prognóstico da doença varia de paciente para paciente de acordo com a velocidade de degradação. Em alguns pacientes, o desenvolvimento da fibrose dos tecidos pulmonares ocorre de modo muito rápido, enquanto a progressão da doença em outros pacientes é relativamente lenta. Enfim, a expectativa de vida é diferente para cada um dos indivíduos afectados.

Prevendo a expectativa de vida de uma pessoa com fibrose pulmonar, o médico leva em conta vários aspectos, que possam afetar a taxa de sobrevivência do paciente diretamente ou indiretamente. Em geral, sendo um paciente do sexo feminino contribui para um bom prognóstico da doença e para maior taxa de sobrevivência. Da mesma forma, um paciente que responde à intervenção terapêutica vive mais do que um que não apresenta respostas positivas ao tratamento. Fatores primordiais que contribuem para um bom prognóstico do doente com fibrose pulmonar estão enumerados abaixo.

  • Diagnóstico da doença em uma idade mais jovem (abaixo de 50 anos)
  • A identificação precoce da doença (no prazo de um ano após o início dos sintomas)
  • Cicatrização dos tecidos do pulmão por uma causa conhecida
  • Cicatrização mínima dos tecidos pulmonares no momento do diagnóstico
  • Dificuldade respiratória ligeira no momento do diagnóstico
  • Apresentação dos sinais de melhoria dentro de 3 – 6 meses de recepção de tratamento
  • Ausência de adição ao fumo

Como os sintomas desta doença são pouco claras e possam imitar outras doenças pulmonares, erros de diagnóstico desta doença são comuns. Por isso, fazer o exame do estado da sua saude por um médico confiável é essencial. Infelizmente, não existe nenhuma cura para a fibrose pulmonar. E a esperança média de vidados doentes com fibrose pulmonar é estimada em 2-5 anos após o diagnóstico. No entanto, é de notar que a taxa de sobrevivência dos pacientes com um bom prognóstico pode ser maior que 5 anos (cerca de 7 anos). Para lidar com fibrose pulmonar, é necessário optar por tratamento correto e mudar o estilo de vida para mais saudável, seguindo conselhos do médico.

Tratamento eficaz para se manter saudável e melhorar a qualidade de vida inclui  a alimentação saudável, o repouso adequado, os exercícios físicos regulares, desistir de fumar, e combater outros problemas de saúde que possam piorar a fibrose pulmonar. O tratamento eficaz envolve a oxigenoterapia, os medicamentos para melhorar a função pulmonar e para abrandar os cicartizes dos tecidos pulmonares. Em casos graves, o médico pode aconselhar a cirurgia de transplante de um dos pulmões, o que ajudará a prolongar a vida do paciente. Atualmente, os ensaios clínicos estão dirigidos para encontrar métodos confiáveis ​​para inverter a cicatrização dos tecidos pulmonares.

0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *