Chlamydia pneumoniae é uma das principais causas de pneumonia. O tratamento envolve o uso de antibióticos e outros medicamentos. Aqui está a informação detalhada sobre o assunto.
0

Chlamydia pneumoniae . Tratamento

Antes de tentar entender essa condição, é fundamental deixar claro que a Chlamydia pneumoniae e Chlamydia são duas condições totalmente diferentes. Chlamydia pneumoniae é um tipo de bactéria que provoca pneumonia. Enquanto que, por outro lado, clamídia é uma doença sexualmente transmissíveis (DST), causada por uma bactéria. Como tem havido muita confusão entre essas duas condições e as suas causas, Chlamydia pneumoniae é renomeada  como Chlamydophila pneumoniae.

O que é a Chlamydia pneumoniae

Chlamydophila (anteriormente clamídia) pneumoniae é um tipo de bactéria que é uma das principais causas de pneumonia em pessoas. O tipo de pneumonia causado  por esta bactéria é conhecido  como pneumonia por clamídia. Esta condição é comumente encontrada  em adolescentes e adultos jovens. Este tipo de pneumonia ocorre quando as vias respiratórias ou pulmões (excepto os brônquios) se inflamam devido à infecção bacteriana. É conhecida como pneumonia atípica, uma vez que é causada devido a outras bactérias do que a Streptococcus pneumoniae (Que é a causa mais comum de pneumonia). A pneumonia também conhecida como Mycoplasma pneumoniae é também um exemplo da pneumonia atípica. Os sintomas da pneumonia Clamídia são semelhantes à de outras desordens respiratórias ou mesmo a gripe. Para, por exemplo, febre, tosse, calafrios, dores musculares, falta de ar e congestão nasal são alguns dos sintomas proeminentes desta condição. Também deve ser notado que a Chlamydia pneumoniae é uma doença contagiosa e pode ser transmitida de uma pessoa para a outra através de secreções respiratórias como a saliva, tosse e mesmo através da via fecal-oral. Vamos agora dar uma olhada no tratamento da Chlamydia pneumoniae.

Tratamento  da  Chlamydia pneumoniae

Como os sintomas desta condição são semelhantes a vários outros distúrbios respiratórios, é difícil de diagnosticar Chlamydia pneumoniae. No entanto, deve-se lembrar que, como é uma doença contagiosa, desde que os sintomas aparecem, é essencial para procurar tratamento médico rápido. Chlamydia pneumoniae pode ser tratada com a ajuda de antibióticos, uma vez que é uma doença causada por uma bactéria. Eritromicina, tetraciclina, claritromicina, levofloxacina são alguns antibióticos  usados ​​para o tratamento da infecção por Chlamydia pneumoniae. Em segundo lugar, o médico irá receitar descongestionantes também para limpar a congestão nasal. Em terceiro lugar, os medicamentos para a tosse também são prescritos juntamente com estes medicamentos para aliviar a tosse. Da mesma forma, medicamentos anti-inflamatórios como o ibuprofeno são prescritos para se livrar da dor e dores musculares. Deve ser notado que qualquer forma de pneumonia atípica não é tão grave como pneumonia típico. Portanto, mesmo neste caso, a hospitalização é raramente necessária.

Por outro lado, um dos  melhores  métodos  de tratamento natural inclui a tomada de descanso completo. Tomando descanso é essencial para o fortalecimento do sistema imunológico para combater as infecções bacterianas. A pessoa também deve ficar dentro de casa, mas, tem ar fresco circulando em seu quarto. Depois de uma dieta adequada, rica em vitaminas e minerais, e tendo quantidades adequadas de água também ajuda na recuperação rápida. Um curso  a longo prazo  de regime dos  antibióticos é útil no tratamento de Chlamydia pneumoniae que persiste durante um longo período de tempo. Nos casos crônicos, ou de outra forma, é aconselhável para completar todo o curso de antibióticos, a fim de se livrar da infecção completamente.

Diferentes métodos são utilizados para Chlamydia pneumoniae de tratamento, como uma combinação de antibióticos, outros medicamentos, dieta e descanso. No entanto, deve-se lembrar que, se não tratada, pode levar a danos pulmonares graves ou até mesmo meningite. Portanto, é aconselhável procurar rápido e adequado tratamento médico, em caso algum destes sintomas são observados. Tome cuidado!

0

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *